• banner plano pastoral 2019
  • mes-de-maria
  • catequese-em-casa
  • cristo-resuscitoucristo-ressuscitoupascoa-2020pascoa-2020
  • advento
  • BANNER-ADVENTO-2018
  • catequese-2019-inicioinicio-catequese-2019-2020
  • taize-2019-hospitalidade
  • banner-taize-2019
  • mes-de-maria-2016
  • almacave-2019
  • banne-plano-pastoral-19
  • slider-0001
  • evangelho
  • evangelli-gaudium

Taizé 2014 - “A Confiança do Coração”

Com o peso desta sociedade sufocante, torna-se cada vez mais difícil encontrar um lugar onde possamos ser nós mesmos, viver em simbiose perfeita numa comunidade ideal. No fundo, todo nós procuramos fazer uma idealização desse sítio, e foi com esse intuito que o grupo Almacave Jovem iniciou a sua peregrinação a Taizé, a primeira em 2012, e que se tem vindo a repetir durante todos os Verões até hoje. Ir a Taizé, para um grupo como o nosso, tornou-se uma necessidade, não só para o grupo em si, mas para cada elemento, a nível pessoal. Para o grupo Almacave Jovem, Taizé é mais do que um local geográfico, é mais do que um sítio onde podemos passar uma semana em paz e em silêncio, tudo isto se torna mínimo comparado ao modo de vida a que somos convidados a assumir: viver na simplicidade, a confiança do coração e a comunhão de vida,pela oração e pela Palavra de Deus com outras igrejas cristãs. Este é o lema que muito guia a forma de estar dos irmãos de Taizé.

TAIZÉ - Rumo a uma nova solidariedade

A Comunidade foi fundada em 1940 pelo Irmão Roger, que permaneceu como seu Prior até à sua morte em 16 de agosto de 2005, e é dedicada à reconciliação. A comunidade ecuménica é constituída por mais de cem homens de várias nacionalidades, representando ramos Protestantes e Católicos da Cristandade. A vida na comunidade foca a oração e a meditação cristã. Jovens de todo o mundo visitam Taizé todas as semanas para integrar na vida da comunidade.

Taizé germinou um estilo único de música contemplativa que reflete a natureza meditativa da comunidade. A música de Taizé foca frases simples, usualmente linhas dos Salmos ou outro pedaço da Escritura, repetidas e algumas vezes cantadas em cânone. O intuito da repetição é o de ajudar na meditação e na oração. Mais sobre a música e oração de Taizé pode ser encontrado no site da comunidade.

Pentecostes

O Pentecostes era para os judeus uma festa de grande alegria, pois era a festa das colheitas. Ação de graças pela colheita do trigo. Vinha gente de toda a parte: judeus saudosos que voltavam a Jerusalém, trazendo também pagãos amigos e prosélitos. Eram oferecidas as primícias das colheitas no templo. Era também chamada festa das sete semanas por ser celebrada sete semanas depois da festa da páscoa, no quinquagésimo dia. Daí o nome Pentecostes, que significa "quinquagésimo dia".

Festa da Confirmação

 

Quarenta jovens e alguns adultos receberam, no dia 1 de Junho, o Sacramento da Confirmação pela imposição das mãos do nosso Bispo, D. António Couto. O auditório do Centro Paroquial tornou-se Cenáculo onde pais, padrinhos e muitos jovens da Paróquia se congregaram para participarem nesta Celebração festiva da Confirmação dos adolescentes que terminam este ano o 10º da catequese paroquial.

O nosso Bispo deixou aos crismados uma mensagem de esperança e de compromisso, lembrando-lhes que, como confirmados, deverão tornar-se jovens evangelizadores, indo alegremente, pela ação do Espirito Santo, ao encontro dos outros jovens e levar-lhes a Boa Nova de Jesus.

Mensagem Pascal dos Párocos

Caros Paroquianos

A Páscoa é passagem para a vida plena, passagem para nós cristãos, que acreditam e vivem a Ressurreição de Jesus, das trevas à luz, do desânimo à esperança, do individualismo à comunidade. Pela sua entrega na cruz e pela sua ressurreição, Cristo venceu as forças do mal e da mentira, do pecado e da morte e promete aos seus discípulos a vitória do amor e da alegria. É esta a mensagem pascal que ecoa, como Boa Nova, por toda a parte, desde aquele Primeiro Dia da Semana.
Como estamos ainda necessitados desta Boa Nova!

As trevas que caíram sobre a terra, na Paixão do Senhor, ainda não se dissiparam. Continuam a escurecer o horizonte de muitos nossos irmãos.

  • O Sr. D. António José da Rocha Couto

    Exclusão e desigualdade social

    "Assim como o mandamento «não matar» põe um limite claro para assegurar o valor da vida humana, assim também hoje devemos dizer «não a uma economia da exclusão e da desigualdade social». Esta economia mata. Não é possível que a morte por enregelamento dum idoso sem abrigo não seja notícia, enquanto o é a descida de dois pontos na Bolsa. Isto é exclusão. Não se pode tolerar mais o facto de se lançar comida no lixo, quando há pessoas que passam fome. Isto é desigualdade social. Hoje, tudo entra no jogo da competitividade e da lei do mais forte, onde o poderoso engole o mais fraco "   Papa Francisco

  • O Papa que veio do Fim do Mundo

    O Papa que veio do Fim do Mundo

    Em ano da fé o conclave escolheu para papa um cardeal da América do Sul: os Cardeais foram quase ao fim do mundo buscá-lo! Sinal de vitalidade da igreja católica neste continente?
    Vivemos o dia de ontem em grande expectativa: será hoje que habemus papam? Estará o conclave dividido? Será italiano? Será americano? Será negro? Será franciscano? Quem será?
    Penso que poderemos dizer, atendendo à celeridade com que foi escolhido (quinta votação) que os cardeais deram uma mensagem de unidade a todo o mundo.

Diocese de Lamego

Agência Eclesia