• Cinzas
  • banner-janeiro-2024
  • banner-catequese-23-24catequese-22-23catequese-voltou
  • banner-agosto-2020
  • jubileu-pe-zeguedes
  • sulcos
  • missao
  • banner plano pastoral 2019
  • slider-0001
  • evangelho
  • evangelli-gaudium

MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO PARA A QUARESMA DE 2014

Fez-Se pobre, para nos enriquecer com a sua pobreza.
(cf. 2 Cor 8, 9)

Queridos irmãos e irmãs!

Por ocasião da Quaresma, ofereço-vos algumas reflexões com a esperança de que possam servir para o caminho pessoal e comunitário de conversão. Como motivo inspirador tomei a seguinte frase de São Paulo: «Conheceis bem a bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, Se fez pobre por vós, para vos enriquecer com a sua pobreza» (2 Cor 8, 9). O Apóstolo escreve aos cristãos de Corinto encorajando-os a serem generosos na ajuda aos fiéis de Jerusalém que passam necessidade. A nós, cristãos de hoje, que nos dizem estas palavras de São Paulo? Que nos diz, hoje, a nós, o convite à pobreza, a uma vida pobre em sentido evangélico?

Tempo da Quaresma

Conscientes da importância que a Páscoa tinha para a sua vida, os cristãos desde os tempos apostólicos começaram a celebrá-la e bem cedo começaram também a reservar um tempo de preparação para a celebração do Mistério Pascal.

Esse período de preparação, através de sucessivas ampliações, acabou por se fixar, no séc. IV em quarenta dias, número muito rico de simbolismo. Na verdade, na História da Salvação, os grandes acontecimentos decisivos do homem com Deus estão ligados a este número, que na Bíblia exprime também a totalidade da nossa vida.
A Quaresma é, portanto, um período de quarenta dias de preparação para a Páscoa, “ a maior das solenidades” (SC.12), pois atualiza o Acontecimento culminante da História da Salvação.
Como diz a Constituição conciliar sobre a reforma da Liturgia (nº 109), a Quaresma tem uma dimensão penitencial e uma dimensão batismal.

D. ANTÓNIO FRANCISCO DOS SANTOS É O NOVO BISPO DO PORTO

Sua Santidade, o Papa Francisco, acaba de nomear, hoje, D. António Francisco dos Santos como Bispo do Porto.

D. António Francisco dos Santos é natural da Freguesia e Paróquia de Tendais, Concelho de Cinfães, Diocese de Lamego. Nasceu a 29 de Agosto de 1948, filho de Ernesto Francisco e de D. Donzelina dos Santos (já falecidos).
Frequentou a Escola Primária de Tendais, Cinfães, de 1955 a 1959; ingressou no Seminário Menor Diocesano de Resende, em 1959 e concluiu o Curso Superior de Teologia no Seminário Maior de Lamego em 24 de Junho de 1971.

Foi ordenado Diácono em 22 de Agosto de 1971 e fez estágio Pastoral na Paróquia de S. João Baptista na Vila de S. João da Pesqueira.
O Arcebispo de Lamego, D. António de Castro Xavier Monteiro, ordenou-o sacerdote na Catedral de Lamego, a 8 de Dezembro de 1972. Foi então nomeado coadjutor da Paróquia de S. João Baptista de Cinfães de 8 de Dezembro de 1972 até Junho de 1974.

Mensagem do Papa Francisco para XXII o Dia Mundial do Doente

Amados irmãos e irmãs!

1. Por ocasião do XXII Dia Mundial do Doente, que este ano tem como tema Fé e caridade: também nós devemos dar a vida pelos nossos irmãos» (1 Jo 3, 16), dirijo-me de modo particular às pessoas doentes e a quantos lhes prestam assistência e cura. A Igreja reconhece em vós, queridos doentes, uma presença especial de Cristo sofredor. É assim: ao lado, aliás, dentro do nosso sofrimento está o de Jesus, que carrega connosco o seu peso e revela o seu sentido. Quando o Filho de Deus subiu à cruz destruiu a solidão do sofrimento e iluminou a sua escuridão. Desta forma somos postos diante do mistério do amor de Deus por nós, que nos infunde esperança e coragem: esperança, porque no desígnio de amor de Deus também a noite do sofrimento se abre à luz pascal; e coragem, para enfrentar qualquer adversidade em sua companhia, unidos a Ele.

WORKSHOP “ APRENDER A ESCUTAR “

5 de fevereiro das 15h30 às 17h00, no Centro Paroquial de Almacave

Num mundo de palavras e ruídos haverá lugar para a escuta?

Esta ação de formação está orientada para todas as pessoas que trabalham ou visitam pessoas idosas ou doentes:  Conferência Vicentinas, Ministros Extraordinários da Comunhão, outras pessoas ligadas ao voluntariado junto dos mais débeis.  
                

Festa de Apresentação de Jesus no Templo

2 de Fevereiro | DIA DO CONSAGRADO


IGREJA DE ALMACAVE

10h00 “EUCARISTIA DA FAMÍLIA” E BÊNÇÃO DAS CRIANÇAS


A Igreja celebra no dia 2 de Fevereiro, domingo, quarenta dias após o Natal, a Apresentação de Jesus no Templo. Era lei do povo Judaico, os pais levarem os seus filhos ao Templo quarenta dias após o seu nascimento para os oferecerem ao Senhor e as mães realizarem a purificação para voltarem a integrarem-se na comunidade. Os Pais de Jesus, procederam ao cumprimento destas duas leis, apresentando-se no templo quarenta dias após o nascimento do menino, para o oferecerem ao Senhor e Maria sua mãe realizar a sua purificação.  

Em memória deste acontecimento, na celebração da “Eucaristia da Família” no domingo, dia 2 de Fevereiro às 10h00, na igreja de Almacave, os pais das nossas crianças são convidados a repetir o gesto de Maria e de José ao levarem os filhos ao altar, pedindo para si e seus filhos a proteção do Senhor para que, inseridos na comunidade paroquial, eles cresçam em sabedoria, estatura e graça.
 

  • O Sr. D. António José da Rocha Couto

    Exclusão e desigualdade social

    "Assim como o mandamento «não matar» põe um limite claro para assegurar o valor da vida humana, assim também hoje devemos dizer «não a uma economia da exclusão e da desigualdade social». Esta economia mata. Não é possível que a morte por enregelamento dum idoso sem abrigo não seja notícia, enquanto o é a descida de dois pontos na Bolsa. Isto é exclusão. Não se pode tolerar mais o facto de se lançar comida no lixo, quando há pessoas que passam fome. Isto é desigualdade social. Hoje, tudo entra no jogo da competitividade e da lei do mais forte, onde o poderoso engole o mais fraco "   Papa Francisco

  • O Papa que veio do Fim do Mundo

    O Papa que veio do Fim do Mundo

    Em ano da fé o conclave escolheu para papa um cardeal da América do Sul: os Cardeais foram quase ao fim do mundo buscá-lo! Sinal de vitalidade da igreja católica neste continente?
    Vivemos o dia de ontem em grande expectativa: será hoje que habemus papam? Estará o conclave dividido? Será italiano? Será americano? Será negro? Será franciscano? Quem será?
    Penso que poderemos dizer, atendendo à celeridade com que foi escolhido (quinta votação) que os cardeais deram uma mensagem de unidade a todo o mundo.