CELEBREMOS A RESSURREIÇÃO DE JESUS

Caros Paroquianos
Depois de dois anos de pandemia, acresce o 24 de fevereiro que veio toldar o Sol da Esperança que parecia quebrar o degelo deixado pela dor de quantos sofreram as consequências do Covi-19 e pela saudade de todos quantos partiram para a Eternidade.

No Plano Pastoral 2021/2022, o nosso Bispo propõe-nos como lema “Levantai-vos! Vamos!” MT.26,46. Aproximava-se aquele que O ia entregar. “Envolvidos, revolvidos, implicados e comprometidos no Caminho de Jesus”, os discípulos são assim convidados a mergulhar na amargura do Calvário para terem depois o sabor de Ressurreição.

Também o Plano Pastoral da nossa comunidade Paroquial com o lema “Contigo Caminhamos”, é convite a avivarmos a consciência «de que necessitamos de uma verdadeira Conversão Sinodal para sermos comunidade onde todos caminham lado a lado, assumindo a missão comum de testemunharmos o amor de Deus no meio de toda a família humana».
A celebração da Ressurreição de Jesus, a Primavera da Igreja, será a força revitalizadora de todas as energias que estimularão os laços de comunhão a que todos sejamos, de mãos dadas, presenças de “Paz e Esperança que levarão à vivência de Alegria e Confiança”.

No dia 30 de março último, a Conferência Episcopal Portuguesa, lembra que a pandemia é ainda, neste momento, uma emergência pública de âmbito local e nacional, com uma tendência de crescimento nos últimos dias, o que levou as Autoridades Sanitárias a atrasar as metas para aliviar as restrições que agora se verificam, devido ao número ainda elevado por mortes associadas às infeções simultâneas do Vírus da Gripe e da Covi-19, que duplicam o risco de morte.

A grande extensão geográfica da Paróquia, com o tripulo da população da outra Paróquia da Cidade, reflete-se ainda no número de famílias confinadas na nossa Paróquia, neste momento.

A Conferência Episcopal, embora tenha anunciado a possibilidade de retomar a tradição da Visita Pascal, propõe o cumprimento de regras a ter em conta devido à situação pandêmica no país, como uso obrigatório da máscara pelos membros grupos paroquiais que realizam a visita, supressão do beijar da cruz, ausência de contactos físicos, como os meros cumprimentos, e o partilhar iguarias próprias desta época.

Assim, ouvido, no dia 4 de março, o Conselho Pastoral Paroquial, ficou decidido que este ano a Visita Pascal na nossa Paróquia ainda não seria feita nos moldes tradicionais, valorizando a celebração da Eucaristia da Ressurreição no Pavilhão Álvaro Magalhães às 10 horas do domingo de Páscoa.

Foram feitos os contactos para que, na manhã de Páscoa, a única Eucaristia na nossa paróquia, seja a Eucaristia Solene da Ressurreição para que se faça convergir para aquele espaço, toda a Comunidade Paroquial da Almacave. Esperamos o entusiasmo e empenhamento de todos, para vivermos em manifesta Comunhão Sinodal a vitória de Cristo Ressuscitado sobre a morte e rezarmos, particularmente, pelas injustiças de uma guerra cruel que ameaça o leste da Europa.
Neste sentido comunicamos o programa para a nossa Páscoa:

8h – Arruada da banda musical de Lalim com início no bairro de S. Vicente seguindo
para Monsanto, Rua da Seara, Praça do Comércio.
9h15- procissão da Ressurreição, descendo a rua de Almacave, Cândido dos Reis,
Avenida 5 de Outubro, terminando com a Bênção do Santíssimo Sacramento no
Pavilhão Álvaro Magalhães.
10h- Celebração da Eucaristia
18h00 – Eucaristia na Igreja de Almacave
Segunda-feira, dia 18 – Festa de Nossa Senhora da Guia, com Celebração Eucarística
às 11h00, em Medelo
Como habitualmente o fazemos, o Conselho Económico e os Párocos de Almacave apresentam as contas relativas ao ano de 2020/2021.
Em 2021 o contributo (côngrua) somou o total de 10.852.00 (dez mil oitocentos e cinquenta e dois euros). Tivemos de despesas:
Obras na Igreja – Substituição de parte da estrutura e do telhado, substituição de janelas pintura das portas e das paredes exteriores, reparação da torre e dos sinos. Soma: 54.846.14 (cinquenta e quatro mil oitocentos e quarenta e seis euros e catorze cêntimos).
Obras no Centro Paroquial – Substituição de toda a iluminação para tecnologia led – 32.786.96 (trinta e dois mil setecentos e oitenta e seis euros e noventa e seis cêntimos)
- Colocação do novo pavimento, no auditório pequeno, em flutuante vinil- 3.750.00
(três mil setecentos e cinquenta euros)
- Substituição das portas laterais voltadas para o parque de estacionamento
15.030.00 (quinze mil e trinta euros)
Soma: 51.567.00 (cinquenta e um mil quinhentos e sessenta e sete euros)
Total : 106.410.10 (cento e seis mil quatrocentos e dez euros e dez cêntimos)

Nesta data, temos um saldo negativo de 62.000.00 (sessenta e dois mil euros) o que não nos impedirá de restaurar o teto do corpo da Igreja, cujo investimento está orçado em 19.500.00 (dezanove mil e quinhentos euros) e que efetuaremos depois do encerramento da catequese, já que teremos de fechar a Igreja ao culto, durante três semanas, utilizando o Centro Paroquial para todas as celebrações.


Todas as obras na Igreja foram orientadas pela DRCN, e aprovadas pela mesma entidade as obras a realizar no teto da Igreja.
O Conselho Económico põe disposição de todos os que o desejem as facturas e os recibos das obras realizadas.

A todas as Famílias da Nossa Comunidade desejamos uma Santa e Feliz Pázcoa , e o que o Ressuscitado traga a toda a Humanidade a Sua Paz.


Os Párocos